quarta-feira, 8 de junho de 2016

I write fics, not tragedies


E para hoje eu decidi falar sobre algo que fez parte da minha vida por uns bons sete anos e que, sem sombra de dúvidas, foi o principal motivo para eu não ter desistido dessa coisa de escrever a muito tempo atrás: fanfics.

Mas o que são fanfics?



 Fanfic é a abreviação para fanfiction, ou apenas ficção de fans, histórias criadas por fãs sobre qualquer ator, atriz, cantor, filme e etc que ele goste; e geralmente postados em sites voltados para esse hobby. É algo bem organizado, assim como os livros, são divididos por gêneros e classificações. 

E tem histórias sobre tudo. Quer uma história fofinha com o Bruno Mars e você? Tem! Yudi e o PlayStation? Tem também! Uma fic com o Frank Iero grávido do Gerard Way? Tem muito. Sério. O céu é o limite e seus sonhos de fã viram realidade, nem que seja por um minuto - o tempo de ler uma drabble* ou uma one shot*.

Eu conheci esse mundo de fanfics em 2006 ou 2007. Estava em uma fase super MCRmy, caçando qualquer novidade sobre o My Chem, e foi quando encontrei aquela comunidade sobre o baixista no Orkut. E bem ali no fórum estava a minha primei
ra história. Só tinha dois ou três capítulos e depois mais nada. Eu li aquilo rapidinho e fiquei indignada por ela estar abandonada, então corri para procurar ela em outras comunidades. E foi quando eu fui apresentada a esse universo de fanfics. Primeiro leitora, depois autora.



Encontrei uma comunidade chamada "Fanfics do My Chemical Romance Original \o//" (que morreu antes mesmo do Orkut) e foi naquele lugar que eu passei os dois ou três dos meus primeiros anos como leitora e autora. E foi também nessa comunidade que eu conheci o gênero Slash* e virei uma leitora fervorosa de Frerard*.



Me sentindo inspirada por todas as histórias que eu li com o passar dos meses, eu comecei a tentar escrever uma história minha. Algo que valesse a pena. Não funcionou. Minha primeira fanfic ganhou o nome nada original (e nada a ver com a história) de “I Don’t Love You” --- o My Chem tinha lançado, no ano anterior, um novo álbum e esse era o nome de uma das canções; e obviamente ocorreu uma explosão de histórias com esse título. E, céus, a minha era terrível. Sério. Completamente clichê, com uma escrita porca e sem qualquer sentido. Morro de vergonha só de lembrar, mas eu precisava começar de algum lugar.

Fui evoluindo aos poucos, até que eu consegui escrever uma Frerard que eu tive orgulho de ler. Minha última história no Orkut, a “Killing”, foi postada em 2011. Foi meu grand finale com seu serial killer e algumas várias mortes. E então eu me “aposentei”. Fiquei alguns anos sem escrever (ou mesmo ler) nada, até que senti saudade e resolvi voltar em setembro de 2013. Dei um jeito de recuperar todos os meus projetos abandonados e escrevi a minha primeira fic hetero, no FFOBS. Minha primeira história com o McFLY.



Fiquei nessa por mais um ano e acabei largando de lado também. Não achava que estava fazendo um bom trabalho e fiquei desaminada. Essa é uma coisa que eu ainda gosto muito, muito mesmo. Tenho o maior respeito do mundo, especialmente por aquelas autoras que conseguiram sair da internet e publicar um livro de verdade. Elas sempre foram a minha maior inspiração (até a moça do 50 Tons de Cinza - mais ou menos)

Volta e meia eu sinto vontade de abrir o computador, rabiscar um resumo, criar personagens e lugares; mas o tempo tá curto agora e eu nao ia conseguir me dedicar de uma maneira justa. Mas um dia, quem sabe, eu volte. Eu sei que parece bobo, especialmente para uma mãe, mas é uma parte da minha vida que eu nunca vou conseguir apagar. E nem quero. Entre slash, femslash, mpreg, UA, enfim, eu fiz boas amigas e curti bastante. Foi uma época boa demais.

* Historia com até 100 palavras;
* História com apenas um capítulo;
* História com casais homossexuais;
* Casal Gerard + Frank (otp da adolescência <3)




E você, já leu alguma fanfic? Qual o seu site favorito? Sobre o que você prefere ler?

20 comentários:

  1. Aaah, eu também sou escritora de fics! Inclusive, sou beta do Ficcionando. Adoro esse mundo demais e também to planejando falar sobre ele no blog. Eu também comecei a ler fanfics por causa do My Chemical Romance, a primeira que li foi uma chamada I Don't Know que amo até hoje. Shippei muito frerard (até hoje, ainda sou emo) também, mas sempre fui mais ryden. Se tu curtir ryden e souber inglês, te recomendo The Heart Rate Of A Mouse. É MUITO BOA!
    Parabéns pelo texto e pelo blog lindo, beijão <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca tive disposição para ser beta. Eu até tentei umas duas vezes, mas acabei desistindo. Muito trabalho e muita pressão; parabéns pela coragem. huaha E se essa I Don't Know for a que tem os Lostprophets, eu também adoro. Uma das melhores histórias com eles.
      Eu curto de tudo, com certeza vou procurar essa Ryden. Quase não encontrava histórias deles quando lia. É ótimo encontrar alguém que gosta de fics tanto quanto eu. hahaha

      Beijos <3

      Excluir
  2. Nossa, eu nem sabia o que era fanfic hehehe muito legal, curti de ler seu texto. Beijão :*
    https://toqueretoqueblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pouca gente conhece. Elas já foram mais populares. hahaha Mas que gom que gostou.

      Beijos <3

      Excluir
  3. Amo fanfics, quase nunca tenho tempo de acompanhar :(
    ameeei seu post, sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Volta e meia eu leio uma, mas é muito difícil ter tempo de sobra pra acompanhar mesmo. Geralmente fico só nas one-shot. É o suficiente para o momento.

      E que bom que gostou, linda.

      Beijos <3

      Excluir
  4. Há uns aninhos atrás eu lia muito fanfic. Nunca escrevi uma, gostava de criar meu roteiro e meus personagens sem baseá-los, mas achava inspirador ler fanfics, então sempre acompanhava. Era um mundo único e adorável.
    O tempo tá curto aqui também e acabei perdendo o hábito (mal tenho tempo para ler os livros da faculdade, quem dirá fanfics não é?).
    Acho que esse mundo teve uma influência importantíssima em todo mundo que participou ou que ainda hoje participa: não deixar nossa escrita se perder. Mesmo que ela não seja como esperamos, sempre tem alguém disposto a ler e isso é fundamental ♥

    www.entrecartaseamores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo menos você teve a chance de passar um tempo nesse mundo tão lindo. Parece bobo pra quem olha de fora, mas é realmente importante pra todo mundo que escrevia e lia. Devo toda a minha paixão pela escrita as fanfics. Foi uma época boa.

      Beijos! <3

      Excluir
  5. Nem sábia que existia hahahaha vivendo e aprendendo com vocês .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elas já foram mais conhecidas. hahaha Mas é uma coisa linda demais, tente ler um dia. Certeza que vai gostar.

      Beijos <3

      Excluir
  6. Ai que legal!! Confesso que nunca fui fã de nada então não parei pra ler muitas fanfics na vida, mas lembro que em 2008,2009 e 2010 eu era apaixonada por web novelas, participava de milhões de comunidades do assunto no orkut e foi aí que começou o meu amor pela leitura, numa telinha do computador (que hoje eu não suporto ler por ela, mas enfim). Eu me aventurei nesse mundo e até cheguei a escrever as minhas próprias web novelas, eu até gostava, falava que queria ser escritora, hoje não me dou bem com as palavras, não flui nada direito, mas sei que se eu sentar e me dedicar, inspiração não vai faltar. A minha web novela era a 2ª mais lida da comunidade que eu postava e eu só tinha apenas 12 anos, imagina?? Maior sonho <3 Conheci milhōes de pessoas que são super legais, conversam comigo até hoje e migramos a amizade pro facebook. Hoje me pergunto como elas conseguiam ler as minhas historias, me aguentavam, uma criança de 12 anos que alimentava as horas vagas propondo entretenimento pra pessoas muito maiores do que eu hahahhaha inclusive, eu postava pelo meu fake, mas isso é outra história. Enfim, falei muito hahahha mas esse post me trouxe uma nostalgia incrível, deu super sdds de ser adolescente nessa época e escrever, ler, ter tempo livre e conhecer mais amigos pela internet hahaha talvez seja por causa do fake e das web novelas que hoje eu sou blogueira e publicitária <3 Amei o post, parabéns e obrigada <3

    www.meuolharmagico.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até antes das fanfics, eu li algumas web novelas do RBD. Eu adoraaava. HAHAHA Eu tenho certeza que você escrevia super bem, ou não teria tido uma web tão popular. Somos as nossas maiores críticas, né?
      Que bom que gostou da postagem e ela te trouxe tantas memórias boas. Fico realmente feliz.

      Beijos <3

      Excluir
  7. Estou me sentindo muito alienada, acredita que não sabia o que era fanfic? Adorei conhecer ❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elas não são muito populares hoje em dia, mas é uma coisinha linda demais. Tente ler um dia, certeza que vais adorar.

      Beijos <3

      Excluir
  8. Dá pra ver que você é apaixonada mesmo por fanfics kkkkk. As palavras que escreveu nesse post me fez lembrar meus momentos nostalgicos nas comunidades do orkut haha.

    www.ocristaocriativo.com
    @cristaocriativo (twitter)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, sou apaixonada mesmo. Foi a minha adolescência, né? hahuaha Muita saudade desse tempo, devo tudo ao Orkut. hahaha

      Beijos <3

      Excluir
  9. Não conhecia os fanfics, mas achei bem bacana!
    Vou dar uma procurada na net sobre hehe
    beijoss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure sim, é realmente ótimo. De tantos enredos excelentes, personagens elaborados e muitos gêneros diferentes. Não tem como não amar.

      Beijos <3

      Excluir
  10. Nossa, que demais! Eu sempre tive curiosidade de saber mais informações, pois lia sobre isso na época do Orkut! hahaha Adorei o post, parabéns!

    www.tekatecla.com

    ResponderExcluir

Caroline nas Nuvens - 2016 © Todos os Direitos Reservados

Tema Base por Butlariz